Em menos de dois anos, entre fevereiro de 2017 e dezembro de 2018, o Pronto Atendimento de Pancas realizou 134.597 procedimentos. Isso equivale a uma média de 5.852 procedimentos mensais, ou quase 200 por dia.  Ao todo, foram 48.126 entradas no período, cerca de 2,1 mil por mês ou 70 por dia.

Hoje há uma parceria com a Pestalozzi de Pancas, que gerencia o Pronto Atendimento. No primeiro ano, todos os salários e encargos foram rigorosamente pagos e a Pestalozzi, com a gestão eficiente, devolveu ao município quase R$ 200 mil.

Pestalozzi devolveu aos cofres públicos quase R$ 200 mil no primeiro ano de gerenciamento do Pronto Atendimento

Os serviços prestados durante esse período são atendimento médico, consultas de nível superior, atendimento de urgência com observação ou com remoção, administração de medicamentos, aferição de pressão, inalação/nebulização, retirada de pontos, curativo, drenagem de abscesso, retirada de corpo estranho, glicemia capilar, curativos.

Foi feito investimento para aquisição de novas ambulâncias e uma Semi UTI, o que proporciona mais qualidade e segurança para pacientes que necessitarem do transporte. O Pronto Atendimento conta também com equipe médica completa 24h, com médico, enfermeiro e técnico de enfermagem.

O prefeito Dr. Sidiclei (PDT) diz que os investimentos em saúde têm dado resultado. “Temos investido muito em saúde. Estamos comprando oito veículos Sedan zero km para as equipes do PSF. Iniciamos as atividades da UBS Centro e já licitamos a construção de duas novas UBS em Laginha e Vila Verde, aguardando ordem de serviço. Já temos protocolado em Brasília o pedido para reforma e ampliação do nosso hospital. Estamos trabalhando para avançar com a Saúde do município a cada dia”, disse o prefeito.

Comentários do Facebook