Hoje é Dia Mundial da Água. E Pancas deu mais um passo no âmbito da sustentabilidade. O Prefeito de Pancas, Dr. Sidiclei (PDT), encaminhou para a Câmara Municipal um projeto que irá proporcionar mais conforto e qualidade para a população do município de Pancas.

O projeto prevê a instalação de energia solar em sete escolas de Pancas, Laginha e Vila Verde e também a troca da iluminação convencional para LED, como já foi feito nas avenidas 13 de Maio e José Nunes de Miranda.

 “Percebemos que a iluminação de LED é muito mais forte do que a antiga, o que proporciona mais segurança para a população. Além disso, são muito mais econômicas e o custo do investimento rapidamente retornará aos cofres do município”, explicou o prefeito.

INVESTIMENTO

A proposta prevê que o município de Pancas possa adquirir recursos de R$ 2 milhões de reais para que o investimento seja feito, através do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), um produto da Caixa Econômica Federal. Por se tratar de projetos sustentáveis, com a economia gerada, o município recuperará os recursos em pouco tempo.

Pancas está entre os 29 municípios dos 78 do Espírito Santo que estão aptos a realizar esse tipo de operação financeira, graças à regularidade fiscal. Veja abaixo alguns municípios que recentemente realizaram esta operação financeira: 

O Município terá dois anos de carência e oito anos para pagar. Haverá na Câmara Municipal de Pancas na próxima segunda-feira, dia 25, uma Audiência Pública às 14h, com representantes da Santa Maria e da Caixa Econômica Federal (Elisa da Cunha Boina, Coordenadora de Filial, Gerencia Executiva e Negocial de Governo – GIGOVVT), para explicar mais sobre os projetos.

LUZ DE LED

Serão mais de 1.100 pontos de luz substituídos em Pancas Sede, Laginha e Vila Verde. O investimento neste projeto será de em torno de R$ 1,3 milhão.

Hoje, por ano, o município paga cerca de R$ 637 mil com iluminação pública. A expectativa que passe a pagar cerca de R$ 195 mil com a iluminação em LED, ou seja, uma economia anual de cerca de ou cerca de R$ 442 mil por ano. Desta forma, em torno de 3 anos o investimento se paga.

ENERGIA SOLAR

O projeto de energia solar contemplará as escolas municipais de Pancas Sede, Laginha e Vila Verde. As escolas Emílio Klug, Oraide Gomes de Miranda, Henoc Pereira e os CEIMs Santa Luzia, Pequeno Príncipe, Laurindo Barbosa e Menino Jesus terão placas solares terão placas solares instaladas, e terão a instalação de ar condicionado em todas as salas de aula, melhorando assim a qualidade para professores e estudantes.

De acordo com o projeto, o retorno financeiro do investimento no sistema acontece entre 4 e 8 anos. Vale destacar que o gerador solar foto voltaico tem a vida útil de cerca de 25 anos, ou seja, o investimento trará benefícios durante muito tempo. A economia de energia chega a até 93%.

 

Comentários do Facebook