Após 400 anos, “Estrela de Natal” será vista da terra

Que o ano de 2020 está cheio de acontecimentos marcantes todos já sabem. Um deles está para acontecer a partir de amanhã, um fenômeno que não acontece há 400 anos está para se repetir.

O acontecimento poderá ser observado de 16 a 21 de dezembro de praticamente toda a Terra. Os planetas Júpiter e Saturno se alinharão no céu e chegarão o mais próximo já visto um do outro. A formação criará um ponto de luz radiante que é conhecido como “estrela de Belém” ou “estrela do Natal”.

O evento aconteceu mais “recentemente” nos anos de 1623 e 1226. Por estarem tão “próximos”, o ponto de luz ficará mais intenso, dando a impressão de ser uma estrela maior.

Enquanto a terra demora 1 ano para dar uma volta em torno do sol, Júpiter e Saturno demoram cerca de 12 e 30 anos, respectivamente.

Apesar de parecerem próximos, os planetas estarão distantes cerca de “míseros” 700.000.000 km (700 milhões de quilômetros).

Os planetas estarão mais próximos no dia 21 de dezembro, mas a “Estrela do Natal” será visível de qualquer lugar da Terra por cerca de uma hora após o pôr do sol.

Se você estiver observando com um telescópio, também poderá ver as maiores luas de Júpiter e Saturno orbitando-os naquela semana. A próxima chance só será em 15 de março de 2080, portanto não deixe de dar uma espiada pela janela.

Comentários do Facebook